As crianças e o COVID-19: como lidar com a pandemia

A atual situação em que o mundo vive, com a rápida disseminação do novo coronavírus, designado COVID-19, traz consigo muitas incertezas e bastante medo.

Esta é uma crise de saúde mundial em rápido desenvolvimento, sem precedentes para a maioria das pessoas.

O conhecimento atual diz-nos que pessoas com um sistema imunitário deprimido, como as crianças e adolescentes a fazer tratamento de quimioterapia ou radioterapia, ou que terminaram há menos de 6 meses, devem ser mais prudentes perante o COVID19.

Por isso, os doentes e as suas famílias devem ter os seguintes cuidados:

  • Lavar as mãos com frequência durante 20 segundos com água e sabão.
  • Não tocar nos olhos, boca e nariz com as mãos não lavadas.
  • Tossir ou espirrar para o cotovelo ou para um lenço de papel que deve ser imediatamente colocado no lixo
  • Lavar e desinfetar frequentemente os objetos em que tocam no dia a dia, como telemóveis, tablets, computadores, etc…
  • Evitar sair de casa e fazer ou receber visitas.

Mas, se nós próprios enquanto adultos temos alguma dificuldade em entender o impacto desta pandemia, imagine o quão confusa é esta questão para as crianças.

A pensar nisso, a Ordem dos Psicólogos Portugueses criou várias ferramentas para ajudar os pais a lidar com as dúvidas, ansias e frustrações dos seus filhos, nesta época de grandes incertezas.

Segundo a organização, é fundamental que os progenitores utilizem informações claras e reais, com palavras adaptadas à idade das crianças, limitando a sua exposição a notícias.

O importante? Certificar-se de que a criança compreendeu corretamente a mensagem que quis passar.

COVID-19: Crianças

"Como explicar a uma criança a importância das medidas de distanciamento social e isolamento?" – Veja o vídeo e consulte o documento de apoio em: www.ordemdospsicologos.pt/covid19/documentos_apoio#COVID19 #Crianças #Psicologia #Isolamento #Ordemdospsicologos

Publicado por Ordem dos Psicólogos Portugueses em Domingo, 15 de março de 2020

De acordo com o guia “COVID-19: Como explicar a uma criança a importância das medidas de distanciamento social e isolamento?”, primeiramente os pais devem elucidar a criança sobre o que é o vírus e como é que este se transmite.

Clique na imagem para aceder ao documento. – Fonte: Ordem dos Psicólogos

Fazer com que a criança sinta que pode ser um agente de saúde publica, explicando-lhe como se pode proteger a si mesma e aos outros, também é muito importante.

Por outro lado, validar os sentimentos de ansiedade, medo, frustração e aborrecimento da criança também é essencial, sendo certo que os progenitores devem encorajar os filhos a ter uma atitude positiva, transmitindo-lhes segurança e confiança.

Como é sabido, as crianças podem responder ao stress de maneiras diferentes, pelo que é importante saber como lidar com estas questões.

Clique na imagem para aumentar. – Fonte: Ordem dos Psicólogos

Numa vertente mais divertida, embora igualmente educativa, a Direção Geral de Saúde lançou o “STOP Contágio”, um jogo interativo dirigido a toda a família. Com várias ilustrações e dicas, o jogo consiste num conjunto de perguntas e respostas que testam o conhecimento de toda a família acerca do novo coronavírus.

Clique na imagem para jogar.

De forma a ajudar a garantir que, durante esta pandemia, as crianças com doença oncológica são tratadas com os melhores cuidados possíveis, a Fundação Rui Osório de Castro fez um donativo, no valor de 100 mil euros, destinado à compra de um ecógrafo para o serviço de cuidados intensivos pediátricos do Hospital CHUC – Pediátrico de Coimbra, equipamento de proteção individual e de desinfeção e outros bens ou equipamentos que possam vir a ser identificados como necessários pelos três centros de referência de oncologia pediátrica que existem em Portugal e pelas famílias das crianças com doença oncológica.

Covid-19: FROC doa 100 mil euros para apoiar crianças com cancro

Para além disso, a FROC iniciou uma campanha que pretende aumentar a partilha de informações entre famílias durante esta quarentena. Participe, enviando o seu email para info@froc.pt.

Para informações atualizadas sobre o COVID-19 e outras recomendações sugerimos que consulte as páginas criadas especificamente para o tema:

Fonte: Fundação Rui Osório de Castro

Comments are closed.
Newsletter