Em sobreviventes de longo prazo de cancro infantil, a doença cardiovascular é uma das principais causas de morte precoce por causas não oncológicas. Num novo estudo, publicado na revista JAMA Oncology, investigadores compararam quatro fármacos quimioterápicos com o desenvolvimento de cardiomiopatia (músculo cardíaco anormal com 
Ler mais
Quando, aos 17 anos de idade, o irlandês Alan Gorman começou a ter dores nos pés durante os primeiros meses de faculdade, o seu médico atribuiu os sintomas uma dieta desequilibrada e a exercício insuficiente, pois era a primeira vez que o jovem estava a 
Ler mais
Sobreviventes de linfoma de Hodgkin na infância têm um risco maior de desenvolver um cancro totalmente novo mais tarde na vida, de acordo com uma nova pesquisa publicada na revista Cancer Review, da American Cancer Society. “Estudos anteriores sobre sobreviventes infantis já tinham indicado a 
Ler mais
É sabido que o tratamento do cancro aumenta o risco de problemas cardiovasculares, sendo que isso é particularmente preocupante para a saúde a longo prazo de sobreviventes de cancro pediátrico. Num estudo publicado recentemente na revista Cardio-Oncology, investigadores avaliaram a função arterial, em repouso e 
Ler mais
Embora a sobrevivência em casos de cancro infantil tenha melhorado significativamente nas últimas décadas, um novo estudo holandês sugere que uma proporção maior desses sobreviventes corre o risco de desenvolver insuficiência cardíaca em idades mais jovens, em parte devido aos tratamentos cardio-tóxicos. “Como resultado de 
Ler mais
Pacientes pediátricos com leucemia mieloide aguda que sofreram sintomas de cardiotoxicidade precoce decorrente do tratamento podem apresentar piores taxas de sobrevivência livre de doenças e de sobrevivência global. Estes dados são o resultado do ensaio Children’s Oncology Group AAML0531 trial. Na investigação, mais de um 
Ler mais
Sobreviventes de cancro infantil enfrentam um aumento 25 vezes maior de desenvolver tromboembolismo venoso nos primeiros 5 anos após o diagnóstico, em comparação com a população em geral. De acordo com um estudo publicado no Journal of Clinical Oncology, este aumento do risco continua ao 
Ler mais
Sobreviventes do cancro infantil têm um risco aumentado de desenvolver cancro da mama na idade adulta, em comparação com a população em geral. Este aumento do risco tem sido largamente atribuído aos regimes de tratamento do cancro, como a irradiação torácica e / ou a 
Ler mais
De acordo com um novo estudo, 29% dos sobreviventes de cancro infantil do sexo masculino relataram sofrer de disfunção erétil. “A disfunção sexual masculina e a sua associação com o bem-estar físico e psicológico foram subnotificadas em sobreviventes de cancro infantil”, disse uma investigadora do 
Ler mais
Queda de cabelo, falta de apetite, enjoos, tonturas e fraqueza são alguns dos efeitos secundários da quimioterapia, mas um grupo de investigadores pode ter descoberto algo que amenize esses efeitos: um gelado. Esta novidade foi dada por investigadores da Universidade Federal de Santa Catarina, no 
Ler mais
Newsletter

Últimas Newsletters
Ir para Arquivo