Dois novos estudos, recentemente publicados, somaram-se ao crescente corpo de pesquisas que mostram os potenciais benefícios da terapia com protões. O primeiro, publicado na revista Pediatric Blood and Cancer, descobriu que crianças diagnosticadas com meduloblastoma que receberam terapia de protões apresentaram taxas mais altas de 
Ler mais
Quando Walker, na altura com 6 anos, foi diagnosticado com um tumor cerebral durante um exame oftalmológico de rotina, a sua mãe, Tara Lipton, decidiu que não iria desistir até que o cancro infantil recebesse a atenção necessária. Natural dos Estados Unidos, Tara lembra-se de 
Ler mais
Em 2012, dois neurocirurgiões trocaram os seus uniformes de médicos por batas de laboratório, na esperança de conseguirem entender o que causa o meduloblastoma, o cancro cerebral pediátrico mais comum. Teresa Purzner foi uma dessas médicas. Em 2009, quando trabalhava enquanto residente em neurocirurgia na 
Ler mais
O poder do dinheiro doado vai além do financiamento de tratamentos contra o cancro infantil no St. Jude Children’s Research Hospital, uma instituição norte-americana que tem contribuído, e muito, para o avanço da pesquisa sobre esta doença, que afeta anualmente milhares de crianças. “As pessoas 
Ler mais
Cientistas estão a fazer progressos importantes na batalha contra uma classe de cancros cerebrais pediátricos complexos graças a um novo estudo de uma equipa da Universidade Estadual da Flórida, nos Estados Unidos. Entre as crianças, não há tumor cerebral mais comum do que o meduloblastoma. 
Ler mais
A quimioterapia e a radiação são tratamentos eficazes contra o cancro, pois conseguem eliminar células em rápida divisão, incluindo células tumorais. Mas para as crianças – cujos corpos ainda estão em crescimento – esses tratamentos podem causar danos ao longo da vida. Esta é uma 
Ler mais
Células imunes projetadas para atacar cancros infantis foram capazes de erradicar diferentes tipos de tumores pediátricos em cobaias animais, de acordo com um novo estudo da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. O estudo, publicado na revista Clinical Cancer Research, forneceu provas de que essas 
Ler mais
Às vezes, as pequenas coisas fazem as maiores diferenças. Um novo estudo da Universidade de San Antonio, nos Estados Unidos, descobriu que uma molécula milhares de vezes menor que um gene é capaz de eliminar o meduloblastoma, o cancro cerebral infantil mais comum. Esta pequena 
Ler mais
Cientistas da Universidade de Newcastle, no Reino Unido, conseguiram identificar o grupo de crianças que necessitam de tratamento quimioterápico mais intensivo e agressivo para a forma mais comum de cancro cerebral: o meduloblastoma. A assinatura cromossómica identificada no meduloblastoma pode permitir que os médicos adaptem 
Ler mais
Alguns fármacos utilizados para o tratamento de doenças cardiovasculares também podem ser úteis contra o cancro cerebral infantil. A conclusão é de um novo estudo realizado por investigadores do Jackson Laboratory e do Centro Médico Infantil de Connecticut, nos Estados Unidos. Os investigadores usaram uma 
Ler mais
Uma nova pesquisa publicada na revista Nature Communications mostrou que existe uma proteína específica que regula tanto o início da disseminação do cancro como a auto-renovação das células cancerígenas do meduloblastoma, um tipo de cancro cerebral pediátrico. O estudo foi realizado por investigadores da Universidade 
Ler mais
Bella Nevins era uma menina como tantas outras, que usufruía da sua infância na Flórida, Estados Unidos. “Tínhamos uma vida perfeitamente normal”, relembra a sua mãe, Patti Haines. “Eu levava-a para a escola, depois para as atividades escolares e de seguida vínhamos para casa, tal 
Ler mais
Newsletter