Uma investigação realizada pelo St. Jude Children’s Research Hospital, nos Estados Unidos, mostrou ser possível reduzir as taxas de recidiva em pacientes com leucemia linfoblástica aguda. Apesar da eficácia das atuais terapias, cerca de 10% dos pacientes com leucemia linfoblástica aguda que são tratados nos 
Ler mais
Desde o início dos anos 90, que a quimioterapia seguida de um transplante autólogo de células estaminais tem sido o tratamento padrão para o neuroblastoma de alto risco, um cancro infantil que tem início nas células nervosas fora do cérebro, especialmente nos tecidos das glândulas 
Ler mais
Um novo e inovador medicamento pode vir a ser uma nova esperança para crianças com uma forma agressiva de leucemia linfoblástica aguda. Uma equipa do Children’s Cancer Institute, na Austrália, mostrou que um tipo particularmente agressivo de leucemia linfoblástica aguda, que mata metade das crianças 
Ler mais
Vivian Rosati lembra-se vagamente de os médicos lhe dizerem que uma pequena amostra do tumor cerebral do seu filho seria enviada para análise, pois um grupo de cientistas estava a trabalhar num projeto sobre cancro infantil. Na época, aquela mãe australiana só conseguia pensar no 
Ler mais
Inserido na iniciativa “Dia da Esperança”, o IPO do Porto anunciou que bateu um recorde no número de participações em ensaios clínicos. O número “espelha uma grande maturidade dos doentes e um grande compromisso de todos os profissionais de saúde, no sentido de assegurar o 
Ler mais
O neuroblastoma é responsável por 6% de todos os cancros em crianças e é extremamente agressivo em crianças com menos de 5 anos. Muitas vezes, o cancro espalha-se para os gânglios linfáticos antes que os pais notem sequer que existe um nódulo. Agora, um menino 
Ler mais
O cancro infantil é a principal causa de morte em crianças com idades entre 1 e 14 anos. A cada ano, o equivalente a cinco escolas primárias de crianças é diagnosticada com cancro, e nos últimos 20 anos, apenas 4 tratamentos contra o cancro foram 
Ler mais
A Sociedade Europeia de Oncologia Pediátrica (SIOPE) pretende alterar a idade mínima de acesso a ensaios clínicos para 12 anos, de forma a permitir que crianças e adolescentes com cancro tenham um maior e melhor acesso a medicamentos. A sobrevivência de muitos adultos com cancro 
Ler mais
Há 8 anos atrás, Kaitlyn Dorman estava tão doente que ficou paralisada e a sua visão turva. Dependente de uma cadeira de rodas, a menina estava confinada a viver no primeiro andar da casa da sua família. Agora, com 17 anos, Kaitlyn pode andar e 
Ler mais
Investigadores da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, descobriram que tumores rabdoides malignos, um tipo de cancro pediátrico raro e sem tratamentos efetivos, podem ser sensíveis a fármacos que bloqueiam a capacidade das células cancerígenas de se livrarem de proteínas mal dobradas. As descobertas fornecem 
Ler mais
Depois de, aos 20 meses de idade, o seu filho ter sido diagnosticado com um neuroblastoma, Melissa e Michael Wiggins souberam que o futuro que tinham imaginado construir juntos teria de ficar em suspenso. Ao terem de enfrentar a terrível realidade do tratamento do cancro 
Ler mais
É sabido que o oncogene MYCN é uma das principais causas de vários tipos de tumores sólidos, incluindo o neuroblastoma, um cancro responsável por mais mortes de crianças com menos de 5 anos do que qualquer outro. Em até 25% dos casos de neuroblastoma, os 
Ler mais
Newsletter