Graças a uma doação feita pela Press On, uma organização sem fins lucrativos norte-americana criada por pais de crianças com cancro, a Universidade Augusta, nos Estados Unidos, poderá dar início a uma nova investigação sobre o cancro infantil. A doação, no valor de 1 milhão 
Ler mais
A leucemia linfoblástica aguda é o cancro mais comummente diagnosticado em crianças. Esta forma de cancro no sangue é causada por células precursoras anormais malignas de certos glóbulos brancos e geralmente leva a uma redução progressiva da função da medula óssea o que, por sua 
Ler mais
Pode parecer assustador, mas em 99% dos casos, o cancro é uma doença que está relacionada com a idade. Por vezes, as células do nosso corpo perdem as suas batalhas contra as toxinas a que estamos expostos, contra os estilos de vida sedentários que levamos, 
Ler mais
“O progresso da imunoterapia tem sido feito a ritmo acelerado, mas apenas agora vamos começar a investigar a sua eficácia em tumores sólidos”. Estas são as palavras de Katie Albert, investigadora e especialista em Hemato-oncologia no Seattle Children’s Hospital, nos Estados Unidos. A principal diferença 
Ler mais
Células imunes projetadas para atacar cancros infantis foram capazes de erradicar diferentes tipos de tumores pediátricos em cobaias animais, de acordo com um novo estudo da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. O estudo, publicado na revista Clinical Cancer Research, forneceu provas de que essas 
Ler mais
Cientistas do Hospital Infantil da Filadélfia, nos Estados Unidos, apresentaram dados atualizados sobre a eficácia e segurança do Kymriah®, a primeira imunização aprovada pelo regulador de saúde norte-americano (FDA) para cancros sanguíneos agressivos, no 60º encontro anual da Sociedade Americana de Hematologia. Denominada ELIANA, a 
Ler mais
A imunoterapia provou ser eficaz no tratamento de vários tipos de cancro, mas os tumores cerebrais permaneceram, teimosamente, resistentes. Agora, um novo estudo sugere que um tumor cerebral de crescimento lento que surge em pacientes afetados pela neurofibromatose tipo 1 (NF1) pode ser vulnerável à 
Ler mais
Um novo estudo inovador feito por investigadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, descobriu que, se por um lado, a obesidade estimula o crescimento do cancro, por outro, permite que novas imunoterapias funcionem melhor contra esses mesmos tumores. As descobertas paradoxais, publicadas na revista 
Ler mais
O National Health System (NHS), no Reino Unido, chegou a um acordo com a farmacêutica Novartis que permite que crianças com cancro tenham acesso à terapia CAR-T. Este tratamento, considerado o mais promissor dos últimos anos, é uma terapia de ponta para tratar a leucemia 
Ler mais
Newsletter