Vencer a doença: a história de Oscar, o menino que emocionou o Reino Unido

Um menino de 6 anos, cuja luta contra o cancro emocionou o Reino Unido, prometeu dar uma “festa de arromba” para todos aqueles que o apoiaram, assim que puder voltar a casa.

Em 2018, Oscar Saxelby-Lee foi diagnosticado com um cancro do sangue agressivo; a partir desse momento, a vida do rapaz passou a ser uma “corrida contra o tempo” para encontrar uma combinação de células estaminas compatíveis.

Os seus pais, Olivia Saxelby e Jamie Lee, lançaram um apelo e, num só dia, quase 5 mil voluntários apareceram na escola do menino, que se tornou num centro de testes improvisado; durante um dia inteiro, repleto de chuva, este número recorde de pessoas fez fila para ajudar a criança.

No total, mais de 10 mil pessoas foram testadas por todo o Reino Unido; finalmente, foi revelado que Oscar tinha encontrado um dador compatível, mas o pior aconteceu quando a criança e a sua família receberam a devastadora notícia de que o cancro tinha recidivado.

O que se seguiu foi uma campanha solidária que permitiu que Oscar viajasse até Singapura, onde iria receber uma terapia contra o cancro, que não estava disponível no Reino Unido. Durante este período, o rapaz manteve contato com os seus colegas e professores da escola, usando um robot inovador chamado de Ozzybot.

Desta forma, Oscar tornou-se na segunda criança do mundo a ser submetida à terapia com CAR-T antes de fazer um segundo transplante de medula óssea.

Agora, a sua mãe confirmou que o menino se encontra livre de cancro há já 5 meses e que, se tudo continuar a correr bem, rapidamente a família poderá voltar a casa.

Num vídeo partilhado no Facebook, onde foi anunciada a boa notícia, a criança e os seus pais agradeceram a todos aqueles que o apoiaram ao longo de todo este doloroso processo; para além disso, ficou a promessa de que, quando regressassem ao Reino Unido, iriam fazer uma grande festa.

Oscar remains cancer free

We are delighted to be able to share this news with you today. At the end of last year, Worcestershire and the West Midlands came together with the Grace Kelly Childhood Cancer Trust to fundraise over half a million pouds to fund potentially life saving treatment for Oscar. Sadly, Oscar had already exhausted treatment options in the UK for his T cell leukaemia and only treatments available were not going to be curative. Oscars heartwarming Hand In Hand for Oscar campaign has showed people at their best, all working together. Today, 5 months on from receiving his Car-T cell treatment, Oscar is STILL CANCER FREE!This incredible news is amazing, not just for Oscar, but potentially for other children in a similar position in the future. A lot more research needs to be done in this area and it is unlikely to be a routinely used treatment until a lot more testing is done, but Oscar's journey proves that it has potential. Jen Kelly from the Grace Kelly Childhood Cancer Trust said."The team at the Grace Kelly Trust are so proud to have been able to have played a key part in the campaign of Oscar Saxelby Lee in fundraising for life saving treatment in Singapore. We worked tirelessly alongside a great team to make this possible and we are absolutely delighted when Oscar's mother contacted us with this news today. It is truely heartwarming."Thank you also to everyone behind the Hand In Hand for Oscar campaign, the amazing team at Pitmaston Primary School, the Worcester News for their coverage and everyone that donated or fundraised for Oscar.

Publicado por Grace Kelly Childhood Cancer Trust em Quarta-feira, 13 de maio de 2020

O vídeo, partilhado online, rapidamente se tornou viral, tendo atingido mais de 50 mil visualizações.

Numa outra publicação, Olivia agradeceu o apoio de toda a equipa médica que tratou o seu Ozzy Bear, como Oscar é carinhosamente chamado.

“Obrigada a todos, do fundo do coração, por nos terem ajudado! E um agradecimento especial à ‘nossa’ equipa incrível de oncologia. Nós adoramos todos vocês! Já são quase 5 meses sem esta doença”.

Apesar das boas notícias, Oscar ainda precisará de estar em Singapura durante mais alguns meses, para tratamentos regulares, antes de poder regressar ao Reino Unido.

Fonte: The Sun

Comments are closed.
Newsletter