Vacinas contra cancro podem tornar-se realidade

Foi durante a 2018 Advances in Neuroblastoma Research, uma conferência que se realizou em São Francisco, os Estados Unidos, que investigadores apresentaram as descobertas mais recentes sobre o tratamento do neuroblastoma, o tipo mais comum de cancro que afeta bebés e crianças pequenas.

Uma das apresentações mais esperadas foi a pesquisa do Dr. Brian Kushner e do Dr. Shakeel Modak do Memorial Sloan-Kettering Cancer Center.

Estes investigadores utilizaram uma vacina que mostrou uma redução de 80% na recaída para pacientes com neuroblastoma em remissão durante um período de 6 anos, o que equivale a um aumento na taxa de sobrevivência do paciente de 30% para 54%.

Não só a eficácia do tratamento melhorou bastante, como o tratamento não invasivo, sob a forma de 7 injeções, não apresentou efeitos secundários a curto ou a longo prazo, em comparação com os tratamentos atuais para o neuroblastoma, onde se inclui a quimioterapia ou a radioterapia.

Comments are closed.
Newsletter