Unidade Kastelo é finalista dos prémios europeus Regiostar

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Norte anunciou que a Unidade de Cuidados Continuados e Paliativos para Crianças “Kastelo” é uma das finalistas da edição de 2018 dos Prémios Europeus Regiostars.
Estes prémios, apoiados por fundos europeus, são considerados os “Óscares Europeus” para projetos mais inspiradores de desenvolvimento regional e servem para reconhecer investimentos inovadores que servem de exemplo, de acordo com a CCDR-Norte, às demais regiões europeias. 
O Kastelo foi nomeado na categoria “Criando um melhor acesso aos serviços públicos”; esta unidade, que acompanha crianças com doenças graves e que tem o seu trabalho assegurado pela Associação Nomeiodonada, já havia sido distinguida em 2017 com o Prémio O Norte Somos Nós, pelo trabalho desenvolvido ao longo dos anos e por ter a capacidade de assegurar conforto e qualidade de vida aos seus utentes. 
Para além do Kastelo, também o Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (I3s), no Porto, é finalista nos prémios Regiostars na categoria de “Apoio à transição industrial”, pelo facto de ser um laboratório que integra investigadores de três centros: o IBMC, o INEB e o IPATIMUP.
Os vencedores da edição de 2018 dos Regiostars serão conhecidos no dia 9 de outubro. 
Este artigo foi úlil para si?
SimNão

Deixe um comentário

Newsletter