UE aprova nova vacina contra HPV

A Comissão Europeia aprovou a venda da vacina Gardasil 9 da Sanofi Pasteur MSD, a única vacina atualmente disponível contra nove estirpes do papilomavírus humano (HPV), um vírus que pode provocar cancro do colo do útero.
A Gardasil 9 será utilizada para vacinar raparigas e rapazes a partir dos 9 anos de idade, a fim de os proteger contra lesões pré-malignas e tumores que afetam o colo do útero, vulva, vagina ou ânus e também contra verrugas genitais provocadas pelas estirpes de HPV cobertas pela vacina.
Jean-Paul Kress, presidente da Sanofi Pasteur MSD, considera que a vacina representa “um avanço significativo para a saúde pública, no sentido em que ao vacinar meninos e meninas podemos prevenir não só 90% dos cancros do colo do útero, mas também implementar programas de imunização eficazes para tratar outros tipos de doenças relacionadas com o HPV, como tumores do ânus, vulva e vagina para os quais não há rastreios”.
A autorização de comercialização foi apoiada por um programa clínico abrangente que teve início em 2007 e avaliou um total de 15 mil pessoas em 30 países.
A vacina mostrou eficácia no combate às estirpes 31, 33, 45, 52, 58 do HPV – responsáveis por quase 20% dos casos de cancro do colo do útero – bem como aos tipos 6, 11, 16 e 18 (já cobertos pelas vacinas atuais). 
A decisão agora anunciada segue assim o parecer positivo do Comité Europeu dos Medicamentos para Uso Humano (CHMP) da Agência Europeia de Medicamentos (EMA) concedido à Gardasil 9 no final do passado mês de março.
Este artigo foi úlil para si?
SimNão

Deixe um comentário

Newsletter