Uma equipa de investigadores da Universidade de Utah, nos Estados Unidos, desenvolveu uma tecnologia inovadora baseada em inteligência artificial (IA) que permite diagnosticar de forma rápida doenças raras em crianças. O estudo foi publicado na revista Genomic Medicine. Os cientistas criaram um novo algoritmo denominado 
Ler mais
Investigadores do St. Jude Children’s Research Hospital, nos Estados Unidos, demonstraram que a sequenciação genómica abrangente de todos os pacientes pediátricos com cancro é viável e essencial para capitalizar o potencial de salvar vidas através da medicina de precisão. Os resultados da investigação, realizada pelo 
Ler mais
Um grande número de estudos em biomedicina demonstrou que o aparecimento do cancro está associado a uma acumulação progressiva de defeitos no genoma, o que leva ao crescimento descontrolado das células. Embora o aparecimento de tumores seja mais provável e frequente em idades avançadas, o 
Ler mais
Testes genéticos baseados em populações de recém-nascidos podem ser uma maneira eficaz de reduzir a mortalidade associada ao cancro infantil, de acordo com os resultados de um estudo apresentado na Reunião Anual da ASCO – American Society of Clinical Oncology. Este tipo de testes genéticos 
Ler mais
Sarah Ryan, de 12 anos, é uma menina que adora fazer desporto e passar tempo com a sua mãe, Jackie. Sarah foi diagnosticada com Neurofibromatose Tipo 1, uma condição genética em que os pacientes têm uma mutação nos seus genes que faz com que as 
Ler mais
Investigadores do St. Jude Children’s Research Hospital, nos Estados Unidos, podem ter redefinido o padrão de testes de diagnóstico de pacientes com cancro infantil na era da medicina de precisão ao implementarem um novo teste. Os resultados do estudo foram publicados na revista Nature Communications. 
Ler mais