Um estudo realizado na Austrália mostrou que, apesar dos progressos nos tratamentos, as crianças que desenvolvem cancro têm 5 vezes mais probabilidade de desenvolverem um segundo cancro do que a população em geral. Os autores da pesquisa, publicada no Medical Journal of Australia, afirmaram que 
Ler mais
Um estudo canadiano sugere que os sobreviventes de cancro infantil têm maior probabilidade de desenvolver um cancro secundário. Ainda que seja considerado raro, o cancro infantil é a segunda maior causa de morte entre crianças canadianas, ultrapassado apenas por mortes relacionada a lesões. Em média, 
Ler mais
A quimioterapia e a radioterapia são os tratamentos mais utilizados em casos de cancro infantil; graças a estas terapias, a maioria das crianças diagnosticadas com a doença conseguem sobreviver. Ainda assim, o risco de estes sobreviventes desenvolverem um cancro secundário continua, em alguns casos, a 
Ler mais
De acordo com novas investigações, o tratamento oncológico pode aumentar o risco de sobreviventes de cancro infantil desenvolverem neoplasias malignas mais tarde na vida. Apesar de esta ser uma informação já conhecida, os novos estudos destacam o quão significativo é o problema, num alerta para 
Ler mais
Newsletter