Os sobreviventes de cancro infantil têm todos os motivos para comemorar depois de experimentarem diagnósticos angustiantes e tratamentos difíceis durante os seus primeiros anos de vida. Contudo, estudos mostram que, mesmo que fiquem curados, os sobreviventes não estão fora de perigo: os tratamentos de quimioterapia 
Ler mais
Mulheres sobreviventes de cancro infantil que foram tratadas com altas doses de antraciclinas têm um risco de desenvolver cancro de mama ao longo da vida semelhante ao de pessoas com mutações hereditárias, de acordo com um novo estudo publicado no Journal of Clinical Oncology. Atualmente, 
Ler mais
Mulheres sobreviventes de cancro infantil que foram tratadas com radiação torácica, como sobreviventes de linfoma de Hodgkin, têm um risco maior de desenvolver cancro da mama mais tarde na vida, em comparação com a população em geral. Para atenuar esse risco, as diretrizes atuais recomendam 
Ler mais
Newsletter