Um grande número de estudos em biomedicina demonstrou que o aparecimento do cancro está associado a uma acumulação progressiva de defeitos no genoma, o que leva ao crescimento descontrolado das células. Embora o aparecimento de tumores seja mais provável e frequente em idades avançadas, o 
Ler mais
Um estudo realizado pelo Centro de Oncologia Pediátrica Princesa Máxima, na Holanda, mostrou que o número de mutações em células estaminais sanguíneas saudáveis e em células leucémicas não é diferente. Em vez disso, a localização das mutações no ADN é que é o fator relevante. 
Ler mais
Newsletter