Spray fluorescente delimita área tumoral para remoção cirúrgica

Uma equipa de investigadores da Universidade de Cornell, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo spray fluorescente capaz de “iluminar” especificamente o tecido cancerígeno, para que o tumor possa ser identificado em toda a sua área e removido totalmente durante uma cirurgia. O produto já foi testado em ratinhos.

Este novo produto clínico poderá, num futuro próximo, ser um grande aliado no tratamento de doenças oncológicas, visto que a remoção de todo o tecido tumoral é fundamental para aumentar a possibilidade de cura dos doentes e evitar o risco de recidiva.

A cirurgia guiada por fluorescência é uma tecnologia emergente que pode permitir diferenciar de forma mais eficaz o tecido cancerígeno do saudável.

O método baseia-se em compostos denominados por “sondas fluorescentes”, que aumentam a visibilidade do tecido cancerígeno. Mas alguns desses compostos precisam de ser administrados muitas horas ou até dias antes da cirurgia, às vezes exigindo um longo internamento hospitalar, e podem não mostrar tumores muito pequenos.

Para ultrapassar esses obstáculos, o cientista Ching-Hsuan Tung e os seus colegas criaram uma sonda fluorescente que permite visualizar rapidamente o tecido cancerígeno, mesmo em pequena escala, bastando pulverizar o composto no local da cirurgia ou injetá-lo no paciente.

Em testes já realizados, quando pulverizado, o composto delineou as bordas de tumores em ratinhos em poucos minutos, sem a necessidade de lavagem. E, quando injetado no abdómen dos ratinhos, permitiu identificar tumores na região ovariana com até 1 mm de diâmetro numa hora.

O objetivo agora é testar a sonda fluorescente em pacientes humanos, disseram os autores do estudo.

Fonte: Diário da Saúde

Comments are closed.