Rapaz com cancro terminal desiste de tratamento e pede autocolantes de carros para o seu funeral

Com apenas 11 anos de idade, Caleb Hammond, um menino norte-americano diagnosticado com uma forma agressiva de leucemia, preferiu desistir dos tratamentos de forma a poder viver o resto da sua vida sem sofrimento.

E como este jovem não deixou que a doença lhe tirasse a alegria, dedica-se agora à sua maior paixão: o automobilismo.

Aficionado por carros desde muito pequeno, Caleb tem pedido a todas as pessoas, ao redor do mundo, para lhe enviarem autocolantes de carros que sirvam para decorar o seu funeral, nomeadamente o seu caixão.

“Existiam outras opções restantes de tratamento, mas iriam fazê-lo ainda mais doente e magoar o seu corpo. Decidiram colocar um ponto final na luta e regressar a casa para que possa ser uma criança e fazer as coisas que não tem sido capaz de fazer no último ano e meio”, explicou Chris Payle, o tio de Caleb.

Ao fim de muitos tratamentos no Hospital Pediátrico Blank, nos Estados Unidos, a família e o menino decidiram que o melhor seria poupar a criança a todas as intervenções a que ainda seria sujeito.

Após essa decisão, os Hammond começaram a pedir às pessoas que enviassem para a morada 314, North J Street, Oskaloosa, IA 52577, USA, o maior número de autocolantes possível e, segundo o tio, a resposta das pessoas tem sido fantástica.

Para além disso, foi também criada uma conta de angariação de fundos para cobrir os custos do funeral da criança.

Apesar de toda a tristeza inerente a esta difícil decisão, a família já fez saber que, nos seus últimos meses de vida, Caleb irá ver todas as corridas que quiser.

Comments are closed.