Pilhas e equipamentos elétricos que colocar no Electrão ajudam o IPO de Lisboa

A gestora de resíduos Electrão vai apoiar financeiramente o Instituto Português de Oncologia de Lisboa (IPO de Lisboa), numa campanha que decorre até final do ano associada à quantidade de pilhas e equipamentos elétricos usados entregue para reciclagem, anunciaram as duas entidades num comunicado.

A campanha “Todos pelo IPO” acaba de ser lançada e os equipamentos elétricos e as pilhas que forem entregues nos mais de nove mil pontos de recolha da Electrão irão “transformar-se” em apoio ao IPO de Lisboa, uma iniciativa que, em 2022, reuniu 37 mil euros (pela recolha de 156 toneladas de material) para a instituição de saúde, usados para comprar material cirúrgico.

A edição deste ano ada campanha ainda é mais especial, pois coincide com os 100 anos do IPO.

Na iniciativa também serão contabilizados os grandes eletrodomésticos recolhidos pelo Electrão porta-a-porta, na Área Metropolitana de Lisboa (pedidos através do número 800.262.333).

A Electrão e o IPO de lisboa explicam ainda que se podem associar à campanha empresas de todo o país, com a dinamização de ações internas para reunir pilhas, baterias e equipamentos elétricos usados, podendo a recolha ser solicitada ao Electrão.

O valor a atribuir este ano, que depende das quantidades recolhidas, vai destinar-se à compra de equipamento médico.

As duas entidades notam que as pilhas, baterias e os equipamentos elétricos usados que não são corretamente encaminhados para reciclagem constituem um problema grave para o ambiente e para a saúde humana. E frisam a importância de estes aparelhos serem encaminhados para reciclagem em unidades especializadas.

O IPO de Lisboa é um hospital público do Serviço Nacional de Saúde com um século de experiência na investigação, estudo e tratamento da doença oncológica. Tem cerca de 2 070 trabalhadores e recebe doentes das regiões de Lisboa e sul do país, das ilhas (Açores e Madeira) e ainda dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa.

Fonte: press release

Comments are closed.
Newsletter