Pai homenageia filha tirando fotografias inspiradoras

Jessica tinha apenas 4 anos quando, em novembro de 2016, morreu devido a um neuroblastoma, um tipo muito agressivo de cancro infantil.

O seu pai, Andy Whelan, que trabalha como fotógrafo, quis mostrar ao mundo a realidade da doença e, nos últimos dias de vida de Jessica, divulgou imagens dolorosas do que estava a acontecer com a sua filha.

Jessica é a inspiração para todo o trabalho de Andy. – Fonte: Andy Whelan

Após a morte devastadora de Jessica, Andy decidiu que iria continuar a trabalhar para aumentar a consciencialização sobre o cancro infantil e para alertar sobre a necessidade urgente de mais pesquisas.

Em 2017, Andy fez a sua primeira fotorreportagem ao serviço da World Child Cancer, uma organização solidária cuja missão é ajudar crianças com cancro, e suas famílias, provenientes de países em desenvolvimento.

Andy, num dos primeiros trabalhos que fez após a morte da sua filha. – Fonte: Andy Whelan

Agora, Andy voltou a pegar na sua máquina fotográfica, mas desta vez para fotografar crianças de todo o Reino Unido vestidas como ex-presidentes, modelos e ativistas, para mostrar o que as crianças podem alcançar se tiverem a hipótese de crescer, algo que Jessica não teve.

Asha, de 6 anos, no papel da artista Frida Kahlo. – Fonte: Andy Whelan

Desta forma, Andy e a World Child Cancer esperam consciencializar a população de que deve haver igualdade no acesso ao tratamento do cancro para todas as crianças espalhadas pelo mundo.

Devido à falta de acesso a tratamento médico, nos países em desenvolvimento, o cancro reivindica a vida de uma criança a cada três minutos.

Se em países desenvolvidos, como o Reino Unido, as taxas de sobrevivência para crianças com cancro podem chegar aos 80%, nos países em desenvolvimento o valor desce para apenas 10%.

“Trabalhar com a World Child Cancer foi uma experiência incrível. E agora é uma honra poder mostrar aquilo que as crianças podem ser se tiverem a oportunidade de crescer, se receberem o presente da vida”, disse, emocionado, Andy.

Ngaatendwe e Marley interpretaram Michelle e Barack Obama. – Fonte: Andy Whelan

“Espero que, de alguma forma, as minhas fotos consigam celebrar o que foi alcançado quando homens e mulheres com uma voz forte se levantaram e acreditaram neles próprios”.

“Todas as crianças, independentemente do local onde nasceram, devem receber os melhores cuidados que existem em todas as etapas do tratamento do cancro”, disse Jon Rosser, CEO da World Child Cancer.

“Com esta campanha, estamos a analisar a história e a celebrar as incríveis coisas que foram alcançadas quando, por exemplo, foi dada a oportunidade às mulheres de terem uma voz ativa na sociedade”.

Fonte: Andy Whelan

“Já existe um grande número de enfermeiras femininas incríveis que trabalham de forma incansável em países em desenvolvimento. Com esta campanha queremos, não só empoderar as crianças, como inspirar profissionais de saúde, para que estes ajudem a garantir o fornecimento de cuidado e apoio essenciais para as famílias afetadas pelo cancro infantil”, finalizou o CEO da organização.

Fonte: Metro UK

Comments are closed.
Newsletter

Últimas Newsletters
Ir para Arquivo