O cancro infantil em tempos de pandemia: a história de Isabella

Hoje em dia, Isabella Beltran, de 4 anos, é já uma menina mais animada.

Em novembro do ano passado, esta criança foi diagnosticada com um tumor no sistema nervoso central; agora, Isabella está prestes a fazer a sua última sessão de quimioterapia.

“É a nossa heroína. Não existe outra palavra para a descrever. Ela é uma heroína, uma princesa guerreira”, diz a sua mãe, Karen Beltran.

Em breve, Isabella deverá receber alta hospitalar, o que “é um alívio enorme, mas também uma grande fonte de preocupações”.

Com um sistema imunitário bastante debilitado, a família de Isabella teme que a menina possa ser infetada com o novo coronavírus.

“O recente aumento do número de casos tem sido uma constante preocupação”, afirma Karen.

Ainda assim, “felizmente, o tratamento da Isabella não foi afetado por causa da COVID-19. Mas conheço muitos casos de crianças que tiveram os seus tratamentos adiados”.

Também por isso, Karen tem feito um trabalho de sensibilização de forma a encorajar as pessoas a usarem máscaras.

“Temos que fazer alguma coisa para prevenir a propagação deste vírus. As pessoas estão a facilitar e isso não pode acontecer. Temos que respeitar as regras de distanciamento social e usar máscaras!”.

Fonte: Spectrum

Comments are closed.