Novo método reduz toxicidade dos tratamentos de radioterapia

Cientistas espanhóis acabam de criar uma nova técnica capaz de limitar
os efeitos secundários decorrentes da radioterapia em doentes
oncológicos, reduzindo a sua toxicidade nos tecidos adjacentes aos
tumores cancerígenos.

Através de um novo método, os clínicos vão poder definir um “mapa de risco” para cada paciente, fazendo uma avaliação precisa da região afetada pelas células tumorais, o que permite aplicar os tratamentos de radioterapia apenas nos tecidos afetados.

A equipa de especialistas da Universidade de Granada, em Espanha, explica que a nova técnica pioneira assenta na premissa de permitir criar uma radioterapia direcionada, evitando que a radiação possa afetar os tecidos saudáveis à volta do tumor.

A técnica tem como principal vantagem uma menor toxicidade, o que poderá traduzir-se numa maior qualidade de vida e possibilidades de cura para os pacientes.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter