Nova técnica identifica mais de 100 tipos de tumores numa análise de sangue

Uma equipa norte-americana, da Universidade do Michigan, diz ter criado uma técnica inovadora que permite identificar mais de 100 tipos de cancro de forma precoce através de uma análise ao sangue e do RNA.
Até à data, já foram identificadas mais de mil variedades de micromoléculas de RNA no corpo humano, cuja presença ou ausência de determinado micro-RNA podem dar origem à formação de tumores.
Muneesh Tewari, um dos investigadores envolvidos no estudo, reforça que o procedimento “permite a deteção precoce de pessoas com risco para o cancro, de recorrências em sobreviventes de cancro e também uma melhor e mais rápida avaliação da eficácia dos tratamentos oncológicos nos pacientes”, através da identificação precoce de mais de 100 tipos de tumores cancerígenos.
Este artigo foi úlil para si?
SimNão

Deixe um comentário

Newsletter