Nova Esperança Para Cancro Infantil raro

Foi recentemente anunciada uma nova terapia capaz de elevar significativamente a taxa de cura do neuroblastoma, um cancro raro que afecta sobretudo as crianças. Este tumor maligno e mortal afecta o sistema nervoso simpático.

Dez anos depois dá-se o primeiro avanço nos resultados desta nova terapia capaz de minimizar os efeitos devastadores provocados pelo neuroblastoma. A nova terapia poderá aumentar as taxas de cura para 20%.

A investigação do Centro de pesquisas do cancro infantil do Hospital de Crianças da Filadélfia, nos Estados Unidos, avaliou 226 crianças. Metade recebeu o tratamento padrão (quimioterapia) e outra metade a imunoterapia com anticorpos concebidos para destruir selectivamente as células cancerígenas.

Dois anos após a pesquisa, no primeiro grupo, 54% dos doentes tratados no primeiro caso sofreram uma recorrência do cancro contra 34% dos doentes do segundo grupo.

Os investigadores acreditam que o recurso a agentes biológicos que estimulam o sistema imunológico garante uma taxa de sobrevivência de 20%, num período de dois anos, comparativamente com tratamentos como a quimioterapia, ou outras terapias padrão.

“Esperamos que os resultados do estudo mudem o enfoque clínico para tratar este cancro geralmente mortal” destaca Jonh Maris, director do centro de pesquisas do cancro infantil do Hospital de Crianças da Filadélfia e co-autor do estudo à AFP.

O artigo foi publicado no New England Journal of Medicine.

 

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. *Campos obrigatórios

Newsletter

Últimas Newsletters
Ir para Arquivo