Inspirada pelo filho, radialista australiana percorre maratona para apoiar Children’s Cancer Foundation

A radialista australiana Kate Langbroek vai percorrer 5 quilómetros numa maratona em Melbourne, na Austrália, para arrecadar dinheiro para a Children’s Cancer Foundation. 
A sua inspiração? O seu filho Lewis, que é um sobrevivente de cancro infantil.
A apresentadora de rádio, sobejamente conhecida na Austrália, partilhou uma foto dela e do seu filho mais velho no Instagram, onde falou da altura em que não tinha a certeza de que o iria ver crescer e tornar-se no adolescente que hoje é.
“Quando este menino, o meu primogénito, Lewis, foi diagnosticado com leucemia em 2009, cheguei a pensar que ele não se tornaria no rapaz de 14 anos que me dá um abraço sempre que chego do trabalho”, escreveu Kate na legenda da imagem.
Em 2009, Lewis foi diagnosticado com uma leucemia linfoblástica aguda, um tipo de cancro que afeta o sangue e a medula óssea.
Das aproximadamente 225 crianças diagnosticadas com leucemia na Austrália todos os anos, 175 são diagnosticadas com este tipo de leucemia, o que o torna o tipo mais comum de cancro infantil naquele país. A doença, que é mais prevalente em crianças com idades entre os 2 e os 4 anos, é mais comummente diagnosticada em rapazes.
De entre os sintomas, incluem-se anemia, infeções recorrentes, hematomas e hemorragia; mas, felizmente, a maioria dos casos pode ser tratada.
Já anteriormente, Kate tinha falado sobre a batalha do seu filho contra a leucemia linfoblástica aguda, uma luta que durou 3 anos. Num artigo que publicou em 2015, esta mãe de quatro filhos escreveu sobre a sua própria luta de continuar a mostrar força e a apoiar o seu filho durante os tratamentos deste.
“Eu achei que não ia aguentar, mas tive de suportar e aceitar este fardo. Eu não podia fugir, mas também não podia entrar em pânico, pois eu era, e felizmente sou, a mãe dele. E porque ele estava com medo, eu não podia estar. Por isso, tentei combater estes sentimentos e esta luta dando um passo de cada vez. Mas eram passos cheios de medo. Cada fio de cabelo que lhe caía, caía na minha mãe, que o acalmava e reconfortava. Cada palavra que eu falava era dita de forma calma e leve, para ter certeza de que não traria para o meu filho o medo que sentia dentro de mim”, escreveu.
Atualmente, Lewis está curado e vive tranquilamente com a sua mãe, o seu pai e os seus 3 irmãos, Artie, Jan e Sunday.

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. *Campos obrigatórios

Newsletter

Últimas Newsletters
Ir para Arquivo