Iniciativa “Caps for the Cure” angaria fundos para pesquisas sobre cancro infantil

Há cerca de 10 anos, a estação de televisão norte-americana WMTV deu a conhecer uma menina com cancro, cujo grande sonho era acabar com o cancro infantil. 
Agora, esse sonho continua vivo através do irmão mais novo que, junto com uma equipa na sua escola, está a certificar-se de que a memória da irmã não será esquecida. 
A menina chamava-se Kristina Schultz. Diagnosticada com uma leucemia em 2003, com apenas 4 anos, Kristina passou por tratamentos e esteve dois anos e meio em remissão, mas, em 2006, registou uma recidiva da doença, tendo acabado por falecer em 2007. 
Enquanto estava doente, a menina teve a ideia de criar a iniciativa “Caps for the Cure”; com a queda de cabelo, a criança queria algo que pudesse proteger a sua cabeça. Lembrou-se então que poderia angariar fundos através da venda de chapéus, que alertavam para o cancro infantil, na sua escola, nos Estados Unidos.
O seu irmão Kristan, de forma a continuar o legado da irmã, continuou com o seu projeto onde, por cerca de um euro por dia, cada criança ou adolescente podia ter acesso a um colorido chapéu. 
O valor angariado reverte para o Hospital Infantil da American Family e para o financiamento de pesquisas sobre cancro pediátrico. 
Este artigo foi úlil para si?
SimNão

Deixe um comentário

Newsletter