Inglaterra vai ter hospital especializado no combate ao cancro com terapia de feixe de protões

Em 2017, a Inglaterra poderá ver nascer o primeiro hospital privado do país a disponibilizar aos seus doentes oncológicos a terapia de feixe de protões, particularmente usada no tratamento de crianças com tumores cerebrais.
A unidade será construída num antigo Hospital do Serviço Nacional de Saúde britânico (NHS), em Hammersmith, no oeste de Londres, que está inativo há quase 10 anos. O hospital tem um custo estimado de 150 milhões de libras (cerca de 230 milhões de euros).
A ideia de criar este hospital, único no país, surge pela necessidade de dar resposta aos seus pacientes que, até à data, tinham que se deslocar para fora do país para serem tratados com este tipo de radioterapia. 
Desde 2008, o NHS já enviou cerca de 400 pacientes para o estrangeiro para receberem tratamentos com feixe de protões que, contrariamente à radioterapia padrão, atinge apenas as células cancerígenas e provoca menos danos aos tecidos e células saudáveis.
Este artigo foi úlil para si?
SimNão

Deixe um comentário

Newsletter