Hospital tenta satisfazer desejos de crianças internadas

Num hospital perto do Rio de Janeiro, no Brasil, as crianças que enfrentam longo período de internamento têm um motivo especial para manter o sorriso enquanto a recuperação não chega.

Não se trata de medicamentos ou tecnologias, mas sim de um programa que tem por base uma simples pergunta: qual é o teu desejo hoje?

São desejos simples, como um brinquedo, uma pizza ou um telefonema para um familiar.

Já houve um Pai Natal fora de época, um quadro com a fotografia do ator George Clooney e até visita de um animal de estimação.

O projeto “O que importa para você hoje” foi implantado em junho do ano passado no Hospital Estadual da Criança; entre setembro e dezembro de 2018, mais de 261 pacientes viram os seus desejos realizados.

Este programa inspirou-se no movimento “What Matters to You?”, do instituto americano Healthcare Improvement.

Os pedidos das crianças são analisados por médicos, enfermeiros, nutricionistas, psicólogos, assistentes sociais e pedagogos; depois de aprovados, existe uma equipa multidisciplinar que tenta de tudo para os poder realizar.

Este programa já levou muita alegria ao João, um menino internado neste hospital que está a começar o seu tratamento contra a leucemia.

“Quando lhe perguntamos o que ele quer ele responde sempre ‘pão de queijo’”, conta Marianne Oliveira Silva, a chef de cozinha do hospital.

Um dos pedidos que mais surpreendeu os profissionais de saúde foi o de uma pequena paciente que, sem possibilidade de se curar, só queria estar um bocadinho com o seu cão.

“Consultámos as equipas, inclusive a equipa de controlo de infeção hospitalar e certificámo-nos de que nada iria correr mal. O encontro dos dois foi emocionante”, conta um dos elementos do projeto.

Para além deste pedido, a equipa relembra outro pedido, ainda mais inusitado. Em pleno fevereiro, uma menina queria ter a visita do Pai Natal.

“Arranjámos uma roupa de Pai Natal, um médico fantasiou-se e levou presentes para ela. Também já tivemos uma menina que era apaixonada pelo George Clooney; como não conseguimos trazer o George até aqui, mandámos fazer uma moldura, em tamanho real, do ator. Foi delicioso, a menina não largava a imagem”.

O objetivo do projeto é aproximar as equipas de saúde dos pacientes, humanizando o atendimento e fazendo com que a estadia das crianças e das suas famílias seja menos dolorosa.

Fonte: O Globo

Comments are closed.
Newsletter