Homem ajuda adolescente com cancro de forma peculiar

O filantropo Diarmuid McCleary, um irlandês de 26 anos, encontrou uma forma bastante peculiar de ajudar uma adolescente que está a enfrentar um neuroblastoma.

Robyn Smyth, hoje com 14 anos, foi diagnosticada com a doença aos 3 anos de idade.

Desde essa altura, a menina já foi sujeita a um tratamento experimental no Helen Devos Children’s Hospital, nos Estados Unidos, e pretende agora participar noutro ensaio clínico desenvolvido pelo Sloan Kettering Cancer Center.

Ao saber deste caso, Diarmuid decidiu dar início a uma iniciativa muito curiosa: percorrer grande parte da Irlanda com um micro-ondas às costas.

Até agora, este gerente de eventos que percorreu à boleia os 32 condados do país, já angariou mais de 3 mil euros para a pequena Robyn.

“Estou a recolher fundos para uma menina com cancro e gostaria de contribuir com alguns milhares para a causa”, contou Diarmuid ao jornal Metro.

Mas nem sempre é fácil convencer as pessoas a ajudá-lo, pois muitas “mostram-se céticas quando veem um homem com um colete fluorescente e um micro-ondas na mão. Mas eu faço coisas loucas para caridade há já algum tempo”, disse.

Comments are closed.