Grupo de alunos angaria mais de 10 mil dólares para ajudar menino com cancro

Depois de saberem que um aluno do jardim de infância da Escola Isaac Fox Elementary, nos Estados Unidos, tinha sido diagnosticado com cancro, um grupo de alunos da mesma escola organizou-se e angariou mais de 10 mil dólares (cerca de 9500 euros) para investigações relacionadas com o cancro infantil.

O objetivo final suplantou largamente o objetivo inicial, que era de mil dólares (cerca de 900 euros).

“Foi maravilhoso ver o que a força da solidariedade consegue fazer. Estamos a falar de um grupo de adolescentes que nem conhecia o Theo e que se juntou para o ajudar”, conta Megan Brink, a mãe de Theo, o menino de 6 anos que, em julho de 2020, foi diagnosticado com um neuroblastoma de alto risco.

Desde o seu diagnóstico, Theo foi submetido a 12 ciclos de radioterapia, 10 ciclos de quimioterapia, 2 transplantes de células estaminais e imunoterapia.

Felizmente, em abril de 2022, os resultados de novos exames trouxeram uma boa notícia: Theo estava livre de cancro.

A angariação de fundos teve início em março de 2022, quando os alunos da escola de Theo começaram a arrecadar dinheiro através de uma maratona de leitura – a ideia era bastante original: os alunos comprometiam-se a ler um certo número de páginas (ou livros) no espaço de um mês e pediriam aos membros da família e amigos que doassem um determinado valor caso atingissem a sua meta.

Rapidamente, a iniciativa ficou conhecida pela comunidade, e as empresas locais quiseram participar de diversas formas: por exemplo, a Sodexo, a empresa que administra o refeitório da escola, doou 400 gelados de limão para os alunos venderem.

“Ficámos impressionados com a forma como um grupo de crianças foi capaz de unir a comunidade”, disse uma das professoras da escola envolvida na angariação de fundos.

Apesar de agradecidos por toda a onda de solidariedade à volta de Theo, os pais decidiram que o melhor seria que o valor angariado fosse entregue a uma instituição de apoio ao cancro infantil.

“Ficámos super agradecidos por tudo o que fizeram por nós mas, felizmente, o Theo agora está bem. E ainda existem muitas crianças que precisam de apoio. Por isso, decidimos que o mais correto seria entregar esse dinheiro a uma instituição à escolha dos alunos”, explicou a mãe de Theo.

Megan ficou “muito feliz” quando soube que a Alex’s Lemonade Stand Foundation tinha sido a organização escolhida.

A Alex’s Lemonade Stand Foundation, fundada por uma mãe cuja filha, Alexandra, tinha sido diagnosticada com o mesmo tipo de cancro que Theo, já angariou mais de 250 milhões de dólares (cerca de 237 milhões de euros) que são usados em investigações dedicadas a melhorar o tratamento para o cancro infantil.

Fonte: Daily Herald

Comments are closed.
Newsletter