FDA publica lista com metas moleculares para pesquisa do cancro infantil

Para ajudar no desenvolvimento de medicamentos contra o cancro infantil, o regulador de saúde norte-americano (FDA) publicou duas novas listas de alvos moleculares para orientar as submissões de planos de estudo pediátricos.

As duas listas visam promover o desenvolvimento de novos medicamentos oncológicos ou biológicos para populações pediátricas.

Uma lista aponta para os alvos moleculares que provavelmente contribuirão para o crescimento ou progressão de pelo menos um cancro pediátrico, enquanto a outra identifica os alvos de novos fármacos atualmente em desenvolvimento que seriam automaticamente isentos dos requerimentos de estudo do cancro pediátrico.

“O desenvolvimento de medicamentos contra o cancro pediátrico tem ficado muito aquém do desenvolvimento de medicamentos contra o cancro para adultos”, disse o comissário da FDA.

A criação dessas listas destina-se ainda a aproveitar o potencial do perfil genético do tumor em pediatria, bem como alavancar as emendas feitas a uma nova leu que que estabeleceu novos requisitos para o desenvolvimento de medicamentos pediátricos.

A FDA identificou um total de 205 alvos moleculares candidatos para o desenvolvimento das novas listas. A maioria desses alvos moleculares (77) é classificada como “outros”, seguida por aqueles que visam uma anormalidade genética (62), um determinante da linhagem celular (40) e o microambiente tumoral do sistema imune (21).

Apenas cinco alvos moleculares são listados como candidatos a renúncias automáticas.

As listas fazem parte de um esforço mais amplo da FDA para incentivar o desenvolvimento de medicamentos pediátricos.

Comments are closed.
Newsletter

Últimas Newsletters
Ir para Arquivo