Familiares e amigos de doentes com leucemia e linfomas a nu para “Voluntariado à flor da pele”

Despidos de preconceitos, familiares e amigos de doentes com leucemia aceitaram o desafio da Associação Portuguesa de Leucemias e Linfomas (APLL) e o resultado está à vista: um calendário de nus, no que se assume como uma campanha de duas vertentes, a de sensibilização para a necessidade de um diagnóstico precoce e de angariação de fundos para a entidade.
Dedicado ao tema “Voluntariado à flor da pele”, o calendário de nus da APLL pretende não só a angariação de fundos que permitam à associação reforçar a sua missão de apoio a familiares e doentes com leucemias e linfomas, mas também alertar a população para a importância dos diagnósticos precoces na detecção destes tumores. 
Em declarações ao Expresso, o presidente da associação João Salazar lembra que a incidência destes tumores continua a aumentar em Portugal, mas ressalva que “não é intuito da associação criar alarmismo na sociedade”, mas sim alertar para um cuidado redobrado, no sentido em que muitos destes tumores apresentam “sintomas vulgares, o que por vezes acaba por dificultar o diagnóstico”. 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter