Família cria fundação para retribuir apoio da comunidade

Aos 2 anos de idade, o norte-americano Simon Rohaly foi diagnosticado com um neuroblastoma, um tipo de cancro infantil bastante agressivo.

A sua doença inspirou a comunidade a ajudar a criança e a sua família, garantindo que nada lhes faltaria durante esta terrível luta contra o cancro.

Hoje, Simon é um menino com 5 anos, saudável e feliz.

“Há 3 anos atrás, nesta mesma época do ano, os nossos amigos organizaram eventos para angariar fundos para a nossa família, para as contas médicas e para despesas de viagem”, disse Adam Rohaly, pai de Simon.

“Quando o Simon ficou curado, apesar de o dinheiro ser nosso, decidimos que tínhamos de retribuir à nossa comunidade tudo aquilo que fizeram por nós”, confidenciou.

E assim nasceu a “Spread The Love”, uma organização sem fins lucrativos que apoia pais de crianças com neuroblastoma e financia pesquisas que ajudem a tratar a doença.

“Chegaram a angariar mais de 2 milhões de euros (cerca de 1,8 milhões de euros) para que o nosso filho ficasse curado; as pessoas nem sabiam se ele iria sobreviver, mas isso não importava. Apenas queriam ajudar”, diz, agradecida a mãe de Simon, Misty Rohaly.

“Agora é a nossa vez de ajudar. Enquanto apoiarem a ‘Spread The Love’ nós continuaremos a ajudar famílias que, tal como nós, têm que lutar contra esta doença terrivel”, afirma.

Fonte: WDTV

Comments are closed.
Newsletter

Últimas Newsletters
Ir para Arquivo