Estados Unidos da América aprovam lei que dá prioridade a pesquisa para cancro infantil

Os Estados Unidos da América aprovaram o Childhood Cancer STAR Act, uma lei que irá fornecer aos investigadores o financiamento necessário para avançar na pesquisa e vigilância do cancro pediátrico. 
O Childhood Cancer STAR Act foi assinado pelo presidente Donald Trump, depois de ter recebido a aprovação do Senado americano e da Casa dos Representantes. 
Esta nova legislação irá aumentar as oportunidades de pesquisa sobre o cancro infantil, ao expandir os esforços existentes para recolher amostras biológicas de pacientes com cancro infantil inscritos em ensaios clínicos, para que os investigadores possam analisar e comparar melhor dados clínicos, biológicos e demográficos. 
O projeto de lei irá tentar melhorar a vigilância feita à doença ao apoiar o avanço de um registo nacional de cancro infantil, no qual as incidências da doença serão documentadas, acompanhadas e compartilhadas.
Melhorar a qualidade de vida dos sobreviventes de cancro infantil, através de pesquisa ou de cuidados, é outro dos objetivos desta legislação, pois até dois terços dos sobreviventes sofrem de efeitos secundários tardios por causa da doença ou do tratamento.
A lei também irá colocar pelo menos um oncologista pediátrico no National Cancer Advisory Board, dando assim voz ao cancro infantil quando forem tomadas decisões do âmbito económico. 
A aprovação do Childhood Cancer STAR Act não teria sido possível sem o apoio da comunidade que apoio o cancro infantil, incluindo organizações, famílias afetadas pela doença e membros do Congresso.
“O STAR Act é um verdadeiro testemunho da dedicação da St. Baldrick's Foundation e dos seus apoiantes e parceiros na comunidade ligado ao cancro infantil, que irá criar mudanças para as crianças com cancro”, disse Mike McCreesh, presidente do conselho de administração da St. Baldrick Foudation, o maior financiador privado de bolsas de pesquisa para o cancro infantil, e um dos grandes defensores desta nova lei. 
“A St. Baldrick's orgulha-se de ter desempenhado um papel de liderança na estratégia de defesa que levou à aprovação desta legislação inovadora”, afirmou por sua vez Kathleen Ruddy, CEO da St. Baldrick's Foundation, que advertiu que “embora o Childhood Cancer STAR Act seja uma conquista significativa para promover os esforços de pesquisa do cancro infantil, é apenas o começo. Agora, devemo-nos concentrar em garantir que o projeto será totalmente financiado”
Ainda assim, esta organização acredita que a “legislação trará esperança a muitas famílias. Somos gratos aos legisladores e a todos aqueles que nos apoiaram, e continuaremos a lutar junto deles para garantir o financiamento e a implementação total da Lei STAR”. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Newsletter