Espaço Q'Alegria traz um sorriso a crianças brasileiras com cancro

A Ala de Oncologia Pediátrica do Instituto do Cancro do Ceará (ICC), no Brasil, recebeu recentemente um novo rosto – o espaço Q'Alegria – uma iniciativa desenvolvida ao abrigo do Projecto Casa da Criança, que visa minimizar e melhorar o espaço destinado para os  tratamentos de quimioterapia das crianças e adolescentes naquela unidade.

Um grupo de arquitectos associou-se ao Projecto Casa da Criança para criar um espaço lúdico e inovador capaz de minimizar os efeitos que acarretam os tratamentos oncológicos nas crianças e adolescentes.

Cadeiras especiais, ecrãs de grandes dimensões e jogos prometem fazer as delícias dos pequenos corajosos que têm de enfrentar os tratamentos. Músicas, filmes, videojogos, acesso à Internet, livros em braile e desenhos vão contribuir para colocar um sorriso no rosto das crianças tratadas no ICC.

A ideia de criar o espaço Q' Alegria surgiu da necessidade de minimizar muitas das sequelas que podem advir dos tratamentos, que levam à perda de algumas funções motoras.

Danielle Soares, uma das enfermeiras que trabalha no ICC, lembra que O Q'Alegria consegue “unir o tratamento quimioterápico fatigante e stressante, principalmente para uma criança, com entretenimento, magia, diversão e alegria”.

O espaço Q'Alegria será em breve implementado noutras unidades de tratamento brasileiras.

Este artigo foi úlil para si?
SimNão

Deixe um comentário

Newsletter