Descoberta proteína que está na origem da formação de metástases

Uma nova proteína fundamental na mobilidade das células tumorais, que lhes permite sair do tumor e propagarem-se para outros tecidos, acaba de ser descoberta por cientistas britânicos.

A proteína JAK atribui às células cancerígenas uma capacidade de movimentação e agilidade essenciais para que se possam alastrar pelos tecidos, abandonando o tumor primário e dando início à formação de metástases, segundo relata um estudo publicado na revista científica Cancer Cell.

A investigação do Instituto de Pesquisa do Cancro, no Reino Unido, conclui que a proteína em causa está por detrás de um mecanismo que dota as células de uma maior agilidade e elasticidade, permitindo-lhes abrir caminho para a sua saída do tumor.

A identificação da JAK poderá agora ajudar no desenvolvimento de novos fármacos que impeçam a proliferação do cancro, tendo como alvo terapêutico a própria proteína.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter