CureSearch doa 1,2 milhões de dólares para pesquisa sobre DIPG

A CureSearch for Children’s Cancer anunciou que irá entregar o prémio Catapult Award de 2019 à imunologista Crystal Mackall.

O prémio, cofinanciado pelo Parker Institute for Cancer Immunotherapy, no valor de 1,2 milhões de dólares (cerca de 1 milhão de euros), servirá para financiar um novo estudo que analisará a eficácia de uma terapia com células T, denominada terapia CAR-T, GD2 no glioma pontino intrínseco difuso (DIPG), um tumor cerebral altamente agressivo, que afeta maioritariamente crianças com menos de 5 anos de idade e cuja taxa de sobrevivência é menor do que 1%.

Para além de desempenhar funções enquanto imunologista, Crystal Mackall é docente na Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, onde lidera o Programa de Imunologia e Imunoterapia de Cancro.

A investigadora também já foi diretora do departamento de Oncologia Pediátrica do National Cancer Institute, onde conduziu diversos ensaios clínicos com crianças; Crystal e a sua equipa foram dos primeiros cientistas a demonstrar a atividade dos CD19-CARs e CD22-CARs na leucemia pediátrica.

“Nenhuma criança deveria ser diagnosticada com glioma pontino intrínseco difuso sem que lhe sejam apresentadas opções de tratamento eficazes e seguras. E é isso que acontece hoje em dia”, disse Kay Koehler, CEO da CureSearch for Children’s Cancer.

“É por isso que estamos focados no financiamento de pesquisas que abordem áreas menos estudadas do cancro infantil.”

Nas últimas três décadas, os mais de 250 ensaios clínicos que testaram radioterapia e / ou quimioterapia no tratamento da doença não obtiveram resultados positivos; cerca de 90% das crianças diagnosticadas com a doença morrem num espaço de 2 anos após o diagnóstico.

A inovadora terapia de células T da Crystal Mackall pode oferecer uma nova abordagem para o tratamento deste tumor mortal.

Fonte: Cure Search

Comments are closed.