O emocionante reencontro entre uma menina com cancro e o seu pai

Durante quase 2 meses, Mila Sneddon e o seu pai estiveram separados devido à pandemia da COVID-19.

Mas agora, e pela primeira vez em 7 semanas, esta família conseguiu voltar a sentir o quão bom é o abraço de quem mais amamos, num reencontro emotivo e repleto de lágrimas.

A criança, com apenas 4 anos, foi propositadamente afastada do pai por motivos de segurança: Mila estava a ser sujeita a tratamentos de quimioterapia para tratar uma forma rara de leucemia, pelo que o seu pai, por continuar a trabalhar, podia representar uma ameaça à saúde da criança.

Mila foi recentemente diagnosticada com uma forma rara de leucemia. – Fonte: DR

Num esforço heróico para manter a sua filha segura, Scott saiu temporariamente da casa da sua família, na Escócia, e durante as 7 semanas só interagiu com Mila através de uma janela.

Mas tudo isso mudou quando Scott descobriu que, durante os próximos tempos, não teria de continuar a trabalhar.

Depois de ficar em quarentena, Scott e a sua filha puderam, finalmente, voltar a reunir-se – e esse momento não poderia ter sido mais emocionante.

“Amo-te tanto”, disse Scott, visivelmente emocionado, enquanto a sua filha o abraçava.

Durante todo o tempo em que o pai esteve fora, Mila contou com a companhia da sua mãe, Lynda.

“Não foram semanas nada fáceis. A Mila chorava muitas vezes, por um lado, por causa dos tratamentos e, por outro, porque sentia a falta do pai. Para piorar a situação, eu também tive de lidar com a morte da minha avó, que faleceu, vítima de COVID-19”.

Segundo Lynda, o único momento em que Mila conseguia esquecer todos os seus problemas era durante as visitas diárias de Scott. No jardim, junto à janela, pai e filha falavam sobre o seu dia e sobre as saudades que sentiam um do outro.

Semanas após serem obrigados a separar-se, Scott soube que a sua empresa iria entrar em layoff; apesar de as notícias não serem as mais animadoras, havia um ponto positivo: pai e filha podiam voltar a estar juntos.

Scott entrou de imediato em isolamento e esperou até que os profissionais de saúde lhe confirmassem que ele poderia voltar a casa; nesse dia, e sem que a menina desconfiasse, Scott apareceu no jardim, como sempre fez.

O reencontro entre pai e filha tem emocionado as redes sociais. – Fonte: DR

Este pai babado surpreendeu a sua filha, entrando em casa e perguntando se lhe poderia dar um abraço; claramente chocada, Mila esboçou um sorriso enorme, estendeu os braços e saltou nos braços do seu pai.

Os dois riram-se e abraçaram-se antes de Mila, tomada pela emoção, começar a chorar lágrimas de alegria.

Para Mila, o momento pareceu servir como uma afirmação de que ficar em casa, uma das coisas que esta menina tem incentivado as pessoas a fazer, foi exatamente o motivo porque ela pode voltar a sentir o abraço do seu pai.

Mila tem incentivado todos os escoceses a aderiram ao confinamento. – Fonte: DR

Fonte: People

Comments are closed.