Cidade festeja o Natal mais cedo para que criança com cancro terminal possa celebrar a data

A cidade de Cincinnati, nos Estados Unidos, vai celebrar o Natal mais cedo para que Brody Allen, de apenas 2 anos, possa festejar esta ocasião especial.
O menino, a quem foi diagnosticado um cancro raro, tem apenas 2 meses de vida.
Depois de fortes tonturas, os médicos encontraram 4 tumores no cérebro e 1 na coluna da criança. Depois de passar mais de 3 meses no hospital, Brody recebeu alta hospitalar para que pudesse passar os seus últimos dias junto da sua família.
“Nós celebramos vivamente o Natal. Para nós, é uma data sobre o tempo da família, as memórias e as tradições que nunca mais poderás vir a ter”, disse Todd, o pai da criança, que está a certificar-se que o seu filho vive os seus últimos 2 meses de forma inesquecível.
A comunidade juntou-se em torno desta criança, e muitos dos vizinhos do bairro onde Brody vive decoraram as suas casas com enfeites de Natal.
Brody já recebeu inúmeros presentes e cartões natalícios desde que foi combinado que naquela cidade o Natal seria celebrado mais cedo.
“Ele está a aproveitar. É assim que vamos passar os dias. Eu trabalho todos os dias para o fazer feliz”, conta, emocionado, o pai.
Comments are closed.