Celebrar a vitória: a jornada do pequeno Noah

Após ter sido sujeito a vários ciclos de quimioterapia e a um transplante de fígado, o pequeno Noah Eyo, de apenas 2 anos de idade, pôde, finalmente, tocar o sino dourado, um ato que simboliza o fato de a criança ter terminado o seu tratamento e estar livre de cancro.

Este emocionante momento foi registado pela sua mãe, Nikki, e partilhado na sua conta de Instagram, onde, ao longo dos últimos meses, a família tem mostrado a jornada de Noah.

O menino foi diagnosticado com hepatoblastoma em fevereiro de 2021; na altura do diagnóstico, o cancro já havia metastizado para outras partes do corpo, o que fez com que Noah tivesse de ser sujeito a duas cirurgias, um transplante de fígado, e inúmeras sessões de quimioterapia.

Em novembro do ano passado, Noah terminou os tratamentos e foi considerado livre do cancro – para celebrar este marco, a criança foi tocar no sino dourado, ao lado dos seus pais. O vídeo deste momento tornou-se viral.

“Quisemos registar este momento de felicidade para que o meu filho saiba que foi um guerreir, corajoso e resiliente”, revelou a sua mãe.

Em alguns hospitais pediátricos, a cerimónia do sino dourado simboliza o fim do tratamento oncológico – uma “festa para celebrar o fim de um período menos bom e o início de uma nova fase da vida destas crianças”.

Em entrevista ao Daily Mail, a mãe de Noah conta que, desde que terminou os tratamentos, o menino está a recuperar muito bem.

“Os exames não mostram qualquer sinal de cancro. Felizmente, o meu filho está a voltar a ser criança, e isso é algo muito reconfortante de ver”.

Devido à sua surpreendente coragem e força, Noah foi nomeado embaixador da American Childhood Cancer Organization, uma organização que oferece apoio a famílias de crianças com cancro.

“Foi uma jornada muito difícil, mas Noah não poderia ter sido mais corajoso – estamos muito orgulhosos dele!”, concluiu a mãe.

Fonte: Revista Crescer

Comments are closed.