Canadá lança alerta sobre danos de fármaco contra a leucemia

O Canadá lançou um alerta dirigido aos doentes que estejam em tratamento contra a leucemia mielóide crónica ou leucemia linfoblástica aguda com o medicamento Sprycel (dasatinibe), da farmacêutica Bristol-Myers Squibb, por suspeita de efeitos secundários muito graves.
As autoridades de saúde do país anunciaram recentemente que o medicamento Sprycel tem sido associado ao desenvolvimento de hipertensão arterial pulmonar, condição que pode, em alguns casos, levar à morte.
Os doentes em tratamento com o Sprycel devem estar alerta para os sintomas de falta de ar frequente, ritmo cardíaco mais acelerado, cansaço, dor no peito ou no lado superior direito do abdómen, inchaço ou ganho de peso súbito, sublinham os reguladores canadianos.
Apesar das recomendações, os especialistas recordam que os doentes não devem abandonar a medicação ou diminuir a dose sem antes consultarem o seu médico. 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter