Base de dados australiana fornece novas pistas sobre o cancro infantil

A Austrália produziu o primeiro conjunto de dados do mundo sobre taxas de sobrevivência e deteção de cancro infantil, na esperança de poder ajudar a informar melhor os médicos sobre diagnósticos e tratamentos mais precoces.
A Cancer Australia reuniu os dados de 16 dos tipos mais comuns de cancro infantil para descobrir quais são diagnosticados precocemente e quais são as suas taxas de sobrevivência.
O cancro é a principal causa de morte por doença entre crianças australianas, com cerca de 100 mortes por ano.
Os dados mostraram que 12 dos 16 cancros infantis mais comuns são, geralmente, diagnosticados num estágio inicial.
A forma mais comum da doença entre as crianças, a leucemia aguda, é diagnosticada precocemente em 90% dos casos e a maioria das crianças ainda está viva cinco anos depois.
No entanto, mais de metade de todas as crianças diagnosticadas com neuroblastoma, uma forma de cancro que afeta o sistema nervoso, não é diagnosticada até que a doença esteja numa fase bastante avançada.
Enquanto as taxas globais de sobrevida em cinco anos para crianças com cancro foram razoavelmente altas, em torno de 85%, houve algumas exceções para cancros diagnosticados em estágio avançado.
Esse padrão repetiu-se em casos de neuroblastoma e de alguns sarcomas.
Para as crianças diagnosticadas com meduloblastoma em estágio tardio, a probabilidade de sobrevivência a cinco anos era de 44%, em comparação com 80% para aqueles que receberam um diagnóstico precoce.
Segundo os investigadores, o conjunto de dados preenche uma grande lacuna e pode ajudar os médicos a entender devem ser focados os esforços para melhorar os resultados para crianças com cancro.
“No futuro, teremos anos adicionais de dados para relatar, para que possamos entender melhor se os resultados para crianças com cancro estão a melhorar”, disseram os criadores da base de dados.
Os dados são baseados em números recolhidos entre 2006 e 2010 pelo Australian Childhood Cancer Registry.
Comments are closed.
Newsletter