Autora escreve livro para crianças com cancro

A careca Princesa Cássia não via os seus pais há cinco anos quando voltou para encontrar o seu reino que estava atormentado por uma doença misteriosa e ameaçado por uma escuridão crescente.

Este é o início de uma história saiu da cabeça de Caroline Hall, uma norte-americana que é mãe, intérprete, diretora de teatro e agora autora.

Caroline autopublicou o seu primeiro livro, “The Dragonfly Crystal”, que foi lançado na Amazon em janeiro.

Ver e ouvir as lutas de crianças com cancro inspirou-a a escrever sobre uma pessoa forte com quem os jovens se pudessem identificar.

“Esta era uma história que ainda não existia. A de alguém que, doente, não irá descansar até que a cura para esta maleita seja encontrada”.

Tudo começou quando Caroline recebeu a notícia de que uma jovem que estava a dirigir na sua peça de teatro da escola havia sido diagnosticada com cancro. Tímida e calma, esta jovem viu-se, de repente, empurrada para primeiro plano, quando toda a escola ficou a saber a luta que travava.

“A mudança no modo de vida daquela criança foi impressionante. De tímida, passou a ter uma voz ativa em tudo”, conta a autora.

Já curada, a rapariga regressou à escola e contou a Caroline acerca de uma organização que a tinha ajudado muito durante o seu processo: a Fundação Dragonfly. Graças à jovem, Caroline teve conhecimento de imensas histórias de crianças e famílias com cancro.

Cedo, Caroline interessou-se por todas aquelas pessoas, e as histórias foram-se formando na sua cabeça.

A autora visitou tantas famílias quanto pôde, tendo conhecido sobreviventes e famílias marcadas pela morte.

Aumentar a consciencialização sobre o cancro infantil e trazer esperança através da força da personagem principal do livro é o grande objetivo de Caroline.

As receitas desta obra reverterão a favor da Fundação Dragonfly e da The Cure Starts Now.

Fonte: Cincinnati.com

Comments are closed.
Newsletter