Australiana que morreu de cancro deixa carta de despedida com conselhos de vida

Aos 27 anos, a australiana Holly Butcher perdeu a luta contra o cancro. A notícia foi dada pelos familiares da rapariga, que numa página do Facebook partilharam a carta de despedida de Holly.
Na missiva, Holly conta parte da sua batalha com um sarcoma de Ewing, ao mesmo tempo que deixa conselhos a quem, como ela, viu a sua vida devastada pela doença: “Eu sempre me imaginei a envelhecer e a ficar com rugas, muito provavelmente causadas pela minha linda família cheia de crianças”, disse Holly, que admitiu ser “uma coisa estranha perceber e aceitar a sua morte aos 26 anos de idade”.
“A vida é frágil, preciosa e imprevisível (…) parem de se preocupar tanto com as coisas pequenas e com as tensões insignificantes da vida e tentem lembrar-se que todos nós temos o mesmo destino; façam o que puderem para que o vosso tempo seja incrível”. 
Na carta, Holly incentiva à doação de sangue, dizendo que foi graças aos doadores que conseguiu viver mais tempo: “foram as doações de sangue que me ajudaram a continuar viva por mais um ano. Um ano que eu serei eternamente grata e que eu passei aqui na terra com a minha família, os meus amigos e o meu cão; um ano em que eu tive alguns dos melhores momentos da minha vida”. 
A australiana ainda disse que as pessoas deviam dar mais de si mesmas, pois “é verdade que ganhamos mais felicidade quando fazemos coisas para os outros”. 
Este artigo foi úlil para si?
SimNão

Deixe um comentário

Newsletter