As meninas do Tutu: sobreviventes reúnem-se para celebrar amizade

Se hoje for um daqueles dias em que está à procura de uma história inspiradora, não procure mais, pois a história destas 3 meninas serve para mostrar que não há impossíveis.

Conhecidas como “as meninas do Tutu”, Chloe Grimes, Lauren Glynn, McKinley Moore e Avalynn Luciano conheceram-se em 2016 enquanto faziam tratamentos para um cancro no Johns Hopkins All Children’s Hospital, nos Estados Unidos.

A adversidade uniu estas crianças, que rapidamente se tornaram amigas. Um dia, ainda em tratamento, as meninas decidiram tirar uma série de fotografias vestidas com um tutu.

Desde aí, e pelo menos uma vez por ano, as meninas reúnem-se para tirar fotografias juntas, uma forma de documentar, não só, o seu progresso, como também a sua amizade.

No entanto, este ano foi um pouco diferente, uma vez que uma das meninas, Lauren Glynn, sofreu uma recidiva e encontra-se a fazer tratamentos contra o cancro mais uma vez.

Mas, para garantir que a tradição se mantinha, as restantes 3 amigas foram visitá-la ao hospital, e sua alegria contagiou todos aqueles que viram esse reencontro.

Vestidas com tutus dourados e tshirts brancas onde se lia “Nunca desistas”, as meninas brincaram juntas, desenharam nas janelas do quarto de hospital de Lauren e dançaram com a sua amiga.

“Este encontro é uma celebração da amizade e da vida”, disse Alyssa Luciano, a mãe de Ava.

Fonte: All Children’s Hospital

Em 2016, quando as meninas ainda eram pacientes no hospital, deu-se início a esta tradição espontânea.

Fonte: All Children’s Hospital

Um ano depois, as meninas voltaram a brincar e a usufruir da companhia umas das outras, recriando a foto original que haviam tirado um ano antes.

Fonte: All Children’s Hospital

Em 2018, e um pouco mais velhas, as meninas voltaram a reunir-se para celebrar, mais uma vez, a sua amizade e o seu progresso. Mais uma vez, os corredores do Johns Hopkins All Children’s Hospital foram palco de uma tarde animada, cheia de brincadeira.

Fonte: All Children’s Hospital

Fonte: All Children’s Hospital

Este ano, e embora os tutus e a amizade não tenham mudado, o grupo teve que se encontrar no quarto de hospital de Lauren, que sofreu uma recidiva. Mas, mesmo que as circunstâncias não tenham sido as ideais, as meninas tiraram o melhor da situação e continuaram a celebrar como se nada tivesse mudado.

“Estas meninas estão aqui para nos ensinar uma lição importante sobre a vida: aconteça o que acontecer, o mais importante é termos alguém do nosso lado, a apoiar-nos”, disse a mãe de uma das meninas.

Fonte: Romper 

Comments are closed.
Newsletter