APCL quer construir a primeira 'Casa Porto Seguro' em Lisboa

Para que doentes hemato-oncológicos e familiares com dificuldades económicas tenham a possibilidade de ter um sítio onde fiquem alojados enquanto fazem os seus tratamentos, a Associação Portuguesa Contra a Leucemia (APCL) quer construir uma “Casa Porto Seguro”, em Lisboa. 
“Já há terreno para esta primeira casa, perto da Praça de Espanha, cedido pela Câmara Municipal de Lisboa, e que permite ir a pé tanto para o Hospital Santa Maria como para o IPO (Instituto Português de Oncologia). Terá oito quartos duplos (para cada doente ter um acompanhante). Cada um gere a sua vida, apesar de a Associação fazer a monitorização, com alguém responsável lá na casa”, disse Carlos Horta e Costa, vice-presidente da APCL. 
A necessidade da construção deste espaço é explicada pelo facto de que “para muitos doentes os tratamentos de que necessitam só podem ser feitos em hospitais centrais, o que obriga à sua deslocação a Lisboa. Além disso, necessitam de tratamentos que podem ser de um ano ou mais. A Associação defende que tanto o doente como o acompanhante precisam de condições dignas durante esta fase já de si tão difícil…”, referiu o economista.
De forma a angariar fundos para a construção desta casa, a APCL fez uma campanha de consignação de IRS e irá promover um jantar solidário que se realiza hoje, dia 22 de junho, na Sede da Ordem dos Médicos. 
Este artigo foi úlil para si?
SimNão

Deixe um comentário

Newsletter