Ala Pediátrica do Hospital de S. João recebe doentes com música ao vivo

Numa iniciativa inédita em Portugal e que tem como objetivo transformar e humanizar o ambiente hospitalar, a Ala Pediátrica do Hospital de São João, no Porto, passou a receber, desde esta terça-feira, 26 de junho, – irá realizar-se, numa fase inicial, uma vez por semana -, os utentes com música ao vivo, uma iniciativa enquadrada num projeto da Fundação Infantil Ronald McDonald (FIRM).

O projeto, que se chama “Música em família”, surge no âmbito do Dia Europeu da Música, e o primeiro concerto, a cargo do maestro Rui Massena, teve lugar esta terça-feira.

Numa primeira fase, os concertos decorrerão semanalmente, mas, numa fase mais avançada, com a chegada de novos parceiros, “o sonho é que passe a ser diária”, afirmou Isabel Aragão.

O que se pretende, continuou, “é que as pessoas, quando chegam ao hospital para uma consulta ou um internamento, sejam envolvidas pela música, que, sendo muito terapêutica, calmante e relaxante, vai baixar os níveis de ansiedade dos pais e das crianças, que serão apanhadas por aquela surpresa”.

“Por outro lado, para os profissionais que todos os dias ali trabalham, o terem música ajuda-os a relaxar, a trabalharem melhor. Daí a altura escolhida para os momentos musicais ser a hora de almoço, que é quando haverá maior concentração de profissionais de saúde”, referiu.

“Pretende-se, através da realização de concertos, recitais e toda a variedade de espetáculos de natureza musical, proporcionar a partilha de momentos de fruição artística, num ambiente de convivialidade social positiva”, destaca a Fundação Infantil Ronald McDonald.

“Iniciativas desta natureza têm um papel fundamental no internamento das crianças e famílias na Ala Pediátrica, do ponto de vista do bem-estar e lúdico, mas também na componente terapêutica do processo de recuperação. Neste âmbito, a FIRM tem sido um parceiro único, através da dinamização de inúmeras atividades e da participação nas várias dimensões da dinâmica hospitalar”, disse o presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário de São João, Fernando Araújo.

Rui Massena sublinhou as “capacidades terapêuticas da música para muitas doenças, bem como a importância que tem para uma vida espiritual plena”, acrescentando que “a abertura de um espaço musical, representado de uma forma simbólica num piano, poderá contribuir para um ambiente mais sereno e amistoso durante a estadia das crianças e suas famílias, na Ala Pediátrica do Hospital de São João”.

“A pequena descompressão que a música pode operar, fazendo vibrar de uma forma positiva as emoções naquele espaço, tornando a estadia mais relaxada a quem a frequente talvez se transforme numa esperança e numa sensação de bem-estar preciosa para a cura. Assim, é com particular sentido de missão que me envolvo neste projeto organizado pela Fundação Infantil Ronald McDonald”, concluiu o maestro.

Fonte: SIC Notícias/Lusa

Comments are closed.