Aceleradores lineares aumentam capacidade de resposta do IPO Lisboa

O serviço de radioterapia do Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa acaba de ser reforçado para aumentar a capacidade de resposta nos tratamentos dos seus utentes, através da aquisição de dois novos aceleradores lineares.

Margarida Roldão, diretora do serviço de radioterapia do IPO Lisboa, garante que, em outubro, aquela unidade contará com dois novos aceleradores lineares, o que permitirá aumentar o número de doentes tratados na unidade, reduzindo para 50% a taxa de encaminhamento para as unidades privadas.

Os dois aparelhos inovadores têm ainda como vantagens minimizar os efeitos nos órgãos saudáveis, uma vez que garantem um tratamento mais preciso e, por outro lado, aumentam a dose a aplicar ao tumor.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter